Relatório | Violência estrutural: o que aprendemos com mulheres e meninas defensoras do meio ambiente


Em função dos seus esforços na defesa de suas terras, territórios e recursos naturais, as mulheres e meninas defensoras do meio ambiente (WGEDs na sigla em inglês)*, em todo o mundo estão enfrentando diversas formas de violência estrutural, que as afeta tanto no plano físico quanto no espiritual. De deslocamento e desapropriação, a assédio e difamação. De violência sexual e doméstica a sequestro e assassinato.

Em 2021, a Global Alliance for Green and Gender Action (GAGGA) ouviu as WGEDs em todo o mundo acerca de sua compreensão e de suas experiências de violência estrutural. Perguntamos às WGEDs o que é violência estrutural, como elas a enfrentam e de que maneira os financiadores poderiam apoiá-las mais adequadamente. Abaixo, listamos o que aprendemos ao ouvir suas vozes.

Leia o relatório

*Ao usar o termo mulheres e meninas defensoras do meio ambiente (WGEDs), a GAGGA inclui mulheres, meninas, pessoas intersexuais, trans e não-binárias.


Related Post

We are hiring!

Are you a talented and creative communicator with an affinity for gender and environmental justice? Do you have the ability…

See more

Welcome Co-Coordinators GAGGA Alliance

Maureen Douabou, is starting to work for GAGGA as Linking and Learning Co-Coordinator. She is a multilingual passionate feminist who…

See more

In case you missed it: Highlights from our COP27 Side-Event

Indigenous and feminist voices called for climate finance to be accessible, inclusive and gender just at GAGGA’s COP 27 side…

See more

Subscribe to our newsletter

Sign up and keep up to date with our network's collective fight for a gender and environmentally just world.